BLOG EDMIL

Pesquisar
Pesquisar

8 brincadeiras antigas para se divertir com as crianças

Com uma pitada de energia e criatividade, você e sua família podem incrementar o tempo de lazer com várias brincadeiras antigas pra lembrar um pouco do passado. O que acha? Tem muitas opções pra animar jovens e adultos.

Vale até aproveitar a oportunidade para mudar um pouco a rotina dos pequenos. Então, em vez de oferecer TV, celular ou tablet para crianças, proponha o experimento de práticas que faziam sucesso nas épocas marcadas por poucos estímulos das tecnologias.

Temos certeza de que todos vão gostar de sair da zona de conforto e rir bastante. Continue a leitura e veja 8 atividades que podem animar o dia a dia!

1. Amarelinha

Muito popular em várias regiões, essa brincadeira consiste em cumprir um circuito desenhado no chão, que pode ser uma calçada externa, piso da casa, gramado, terra ou areia. A amarelinha é composta por vários campos que precisam ser conquistados pelos praticantes.

Cada jogador tem sua vez e deve lançar uma pedrinha nas casas, seguindo a ordem de ocupação. O objetivo é percorrer toda a rota sem tocar os limites, pra chegar ao último campo — o famoso céu. É uma ótima interação pra gastar energia, já que tem que fazer pulos constantes e ter muito equilíbrio.

2. Bolinha de gude

brincadeiras antigas

Há quem chame de Burica, Bolita ou Baleba. O termo varia de uma região para outra, mas a missão é a mesma: acertar a bolinha posicionada em um buraco cavado no solo. Não existe limite no número de jogadores, basta que cada um conte com uma quantidade mínima de bolinhas de gude.

Simples e personalizável, essa é daquelas brincadeiras antigas que a criançada sempre relembra na volta às aulas. Vence quem acertar o alvo mais vezes, o que leva à conquista das bolinhas dos adversários. O campo do jogo pode ser circular, triangular e até em formato de estrela.

3. Esconde-esconde

Está aí uma opção que atravessa gerações e consegue divertir grandes grupos. A proposta é eleger uma pessoa para fazer uma contagem com limite determinado pelos participantes, de acordo com o tempo necessário pra todos encontrarem um bom esconderijo.

O desafio está em buscar o melhor abrigo durante a contagem, pra que a pessoa responsável por buscar os outros vá cada vez mais longe. Um jeito de se salvar é chegar ao ponto de partida sem ser tocado. Se for praticar em um ambiente fechado, experimente colocar uma música de fundo para evitar que os passos e demais movimentos sejam ouvidos.

4. Pula elástico

Se a ideia é apostar em brincadeiras antigas que trabalham a coordenação motora e a concentração, chegou a sugestão certa. O elástico é uma variação da corda e deve ser colocado em volta das pernas de duas pessoas, pra que forme um retângulo perfeito sobre o chão.

Com o campo desenhado, uma terceira pessoa se aproxima e tenta saltar sobre o elástico. Ela precisa pular e ocupar a área interna sem tocar na barreira, depois saltar novamente pra sair do retângulo. O desafio aumenta conforme o elástico vai tendo sua altura ajustada — dos pés para os tornozelos, depois para os joelhos ou as coxas.

5. Passa anel

Quem nunca brincou de investigador ao supor a posição exata do anel que passa de mão em mão? Essa atividade tem um toque legal de mistério e coloca à prova as habilidades de observação das crianças. Pra começar, é importante que os participantes formem um círculo.

Depois, segurando um anel ou outro objeto pequeno, alguém inicia a partida. Sua tarefa é segurar o item entre as palmas das mãos e, dessa forma, fazer um gesto de corte entre as mãos dos outros jogadores. Essa pessoa precisa soltar o anel em algum momento, fazendo uma manobra discreta pra evitar que o detetive da vez descubra onde a peça ficou escondida.

6. Caça ao tesouro

Tem brincadeiras antigas que retomam sua popularidade em diferentes datas. Ou vai dizer que você nunca escondeu ovos de páscoa ou presentes de Natal para que alguém saísse à procura? Não tem nada mais legal que contemplar a pessoa confusa pra solucionar as pistas deixadas.

Pois bem, que tal fazer uma caça ao tesouro com prêmios desejados pelas crianças? Dá pra esconder itens do novo material escolar, um brinquedo pedido de aniversário e até guloseimas. Basta usar a imaginação pra escrever cartas ou bilhetes rápidos, que levem os participantes a vários pontos rumo ao destino final.

7. Dança da cadeira

Poucas atividades rendem tantas gargalhadas quanto essa. Não é à toa que costuma fazer parte das dinâmicas de escolas e encontros familiares. Tudo começa com a criação de uma roda de pessoas, e cada uma deve levar sua própria cadeira pra posicionar na área, de modo que os assentos fiquem voltados para fora.

Em seguida, alguém é escolhido pra retirar uma cadeira do jogo, colocar um som e planejar pausas na música. Enquanto a melodia segue, todos devem andar em círculo, fazendo danças e coreografias engraçadas. Assim que a canção é bloqueada, os participantes devem ser rápidos e ocupar um lugar. Quem fica em pé sai, e uma nova cadeira é eliminada pra que o processo continue.

Vence a última pessoa que sentar na cadeira restante. Até esse momento chegar, muitas brigas (de mentirinha, claro) e sorrisos vão rolar. Invista nessa opção se você quer brincadeiras antigas que levem o tédio pra bem longe.

8. Stop

Também conhecido como Adedanha, esse jogo testa os conhecimentos dos participantes sobre vários temas, incluindo categorias de objetos, nomes, cidades e animais. Também exige bastante da memória, já que é preciso agir quanto antes pra anotar o que vem à mente.

Pra começar, todos anotam os itens a serem marcados em suas respectivas folhas, fazendo divisões de linhas e colunas no papel. Em seguida, uma letra do alfabeto é sorteada e, a partir disso, todos precisam ser rápidos e preencher a folha com elementos que levam essa inicial. Quem terminar tudo deve gritar “Stop” pra que os outros parem e façam a contagem de pontos.

Mais que momentos de diversão, as brincadeiras antigas promovem trocas valiosas entre pessoas de diferentes gerações. É como escolher atividades pra fazer em família ou até receitas para fazer com as crianças, mostrando que as coisas evoluem e seguem transformando instantes em lembranças positivas.

Quer convidar mais pessoas a relembrar bons tempos? Compartilhe o post nas suas redes sociais!

8 brincadeiras antigas para se divertir com as crianças

Categorias

Leia também

Ofertas pra você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ofertas pra você