Pesquisar
Pesquisar

Quer conhecer a história da Lojas Edmil? Nós contamos!

Quem é mineiro de sangue ou de coração sabe o quanto a gente respeita a tradição, não é mesmo? Mas também temos uma habilidade enorme de se adaptar, sem falar da nossa hospitalidade e capacidade de criar fortes laços. E a história da Lojas Edmil traduz muito bem tudo isso!

A trajetória do Sr. Adauto, continuada pelos seus filhos Edmilson e Adaoney, genros, noras, netos e familiares, teve início na cidade de Elói Mendes, quando ainda cuidava do empório dos pais e depois seguiu carreira de bancário. Dá pra imaginar o que o levou a fundar uma fábrica de colchões na década de 1980 e começar o que é hoje um grupo de mais de 70 lojas espalhadas por 69 municípios de Minas Gerais?

Bem, se deu vontade de saber a história toda, a gente faz questão de contar. Afinal, temos orgulho da jornada do Sr. Adauto, que nos trouxe até aqui e nos inspira a avançar cada vez mais. Vamos conferir juntos?

A história do Sr. Adauto

Antes de falar da Lojas Edmil é preciso voltar alguns anos, quando o Sr. Adauto ainda era gerente de banco na cidade de Elói Mendes. A carreira de bancário poderia durar a vida toda, mas não foi isso que aconteceu. O desemprego bateu à porta, fazendo com que ele precisasse se reinventar — e se o brasileiro já é bom nisso, imagina quem tem um trem correndo nas veias?

A capacidade nata de criar conexões e fazer amizades fez com que ele conhecesse o Sr. Batista, representante comercial de um grupo americano de insumos utilizados na fabricação de colchões, a Vulcan, que já não atua mais no Brasil. Entre uma pescaria e outra, seu novo amigo ofereceu uma oportunidade de trabalhar na área de vendas.

E até que o Sr. Adauto levava jeito pro ramo, viu? Até porque ele ajudou muito no empório (uma espécie de mercado) dos pais antes de ir para o banco. Então, o que fazer? O convite soava à aventura, mas, na verdade, era a semente do empreendedorismo que começava a brotar na sua vida.

Com o desafio aceito, ele começou a representar essa empresa no litoral norte de São Paulo e no Vale do Paraíba. Vendia colchão em hospitais, hotéis e motéis, por exemplo. Só que, depois de seis meses, voltou para o sul de Minas e passou a vender a atacadistas e a lojistas. Em mais ou menos oito anos de experiência em vendas, porém, ele teve uma grande sacada!

O nascimento da Indústria e Comércio de Colchões Edmil

A cada loja que o Sr. Adauto visitava pra vender os colchões, ele notava que as pessoas sentiam falta de um produto com um preço mais popular pra oferecer aos clientes. Por que, então, não suprir essa carência e preencher a demanda do mercado, uai?

Ele ficou na Vulcan até 1980 e resolveu dar início a um projeto bem ousado, abrir uma fábrica de colchão com foco nesse público. Muita gente queria um produto bom e barato, que coubesse no seu bolso, e essa percepção foi o sucesso da ideia. Seu primeiro cliente comprou, logo de cara, 300 colchões com pagamento à vista e antecipado. Dá pra acreditar?

A transformação da fábrica de colchões em loja

A fábrica era pequena e tinha apenas dois funcionários, mas foi assim que tudo começou. A primeira foi inaugurada em Varginha, em 1981. Os dois primeiros anos foram dedicados ao atacado, mas, depois, Adauto pensou em abrir uma loja pra vender o colchão direto ao consumidor.

A proposta chamava a atenção: “da fábrica ao consumidor” e “quem fabrica vende mais barato” eram os lemas da empresa. E foi justamente por conta disso que a venda no atacado já não dava tão certo mais. Isso porque os lojistas locais pararam aos poucos de comprar da Edmil, pois era difícil competir com o famoso “preço de fábrica”.

Mas o cenário impulsionou a abertura de mais lojas e, acredite ou não, as entregas eram feitas em charrete e no seu próprio carro particular! Pra crescer, a lógica era muito bem articulada. O Sr. Adauto chamava sócios pra investir na abertura das lojas. Com o sucesso das vendas, conseguiu comprar todas as partes e tornar a empresa 100% familiar. Junto a esse crescimento, outro objetivo ia sendo alcançado a cada nova loja: gerar empregos e auxiliar o desenvolvimento da região.

O incêndio e a reconstrução

No dia 29 de outubro de 1985 aconteceu um incêndio que transformou boa parte do patrimônio construído em fumaça. Foi um fato muito marcante, mas que fortaleceu ainda mais os ideais do Sr. Adauto e da empresa que construiu ao lado da família.

Com o seguro e algum apoio financeiro, foi possível reconstruir tudo novamente, mas o plano era firmar um endividamento à altura de ser ressarcido. Na época, com a inflação zerada, em um ano o negócio se reergueu e tudo foi pago. E essa foi a grande sorte, sabia? Por que assim que a inflação estourou novamente pouco depois e muita gente endividada, infelizmente, foi à falência.

A expansão da rede de lojas e do mix de produtos

O segredo do sucesso era a seriedade do trabalho e a visão empreendedora. Aos poucos, os vendedores da Lojas Edmil também começaram a identificar a necessidade de diversificar o portfólio de produtos, como cama, guarda-roupa e por aí vai. Afinal de contas, o cliente queria sair da loja com o pacote completo, certo?

Então, a matriz foi ampliada, mais lojas foram inauguradas, e a produção aumentou — agora eram feitos colchões de densidade maior e alguns estofados, por exemplo. Já os eletrodomésticos e demais fornecedores começaram a ser comercializados a partir dos anos 2000.

Hoje, o mix de produtos contempla não só colchão, móvel e eletrodoméstico, mas celulares, equipamentos de informática, ferramentas, utilidades domésticas e brinquedos. O consumidor chega em uma das unidades e consegue ser atendido de forma completa, o que facilita demais a sua vida.

História da Lojas Edmil

O desmembramento da indústria e do comércio

E não é que a ideia do Sr. Adauto, lá atrás, quando ainda era representante comercial, tinha mesmo dado certo? A rede de lojas cresceu e, por questões administrativas, ficou decidido que era necessário separar as lojas da indústria.

A proposta era criar um grupo econômico — a Formato — que integrasse de uma maneira mais organizada a indústria de colchão e estofado com o comércio. Em 2006 isso aconteceu, e a fábrica se separou da rede de mais de 70 lojas espalhadas em 69 cidades do sul, centro-oeste e Zona da Mata de Minas Gerais.

A pandemia e a transformação digital

A Lojas Edmil dá certo porque é uma empresa feita pela nossa gente para nossa gente. Já havíamos nos reerguido uma vez, na época do incêndio, então, estávamos preparados pra mais um desafio: a pandemia do coronavírus em 2020.

Como a gente sempre cresceu com solidez, capital próprio e sem depender de terceiros, pudemos segurar as pontas, sem nunca abrir mão do nosso crediário. Sim, essa é uma marca registrada e foi o que deu sustentação à empresa durante décadas de história da Lojas Edmil.

Com a crise econômica e sanitária, comércio fechado por meses e muitas incertezas, uma atitude era certa: a inevitável transformação digital foi acelerada e começou a despontar em meses de planejamento e estratégia de visibilidade. Estamos hoje na internet, no WhatsApp, na sua rede social favorita, neste blog que você lê… E vem muito mais pela frente!

Dirigida hoje pelos filhos do Sr. Adauto, que faleceu em 2016 e deixou um legado memorável, a história da Lojas Edmil continua com seus filhos Edmilson, Adaoney e cada colaborador e cliente que constroem essa história no dia a dia. Os valores continuam os mesmos de quando vendíamos nossos primeiros colchões: respeito, confiança, transparência, humildade e disposição para aprender um pouquinho mais a cada dia e ajudar no desenvolvimento da nossa gente. A Lojas Edmil é, sem dúvidas, parte da história dos mineiros, e somos felizes em poder compartilhar tudo isso com você!

Se gostou de conhecer a nossa história, fique sabendo que ela ainda é escrita todos os dias, aqui no blog e nas redes sociais. Então, não deixa de seguir a gente por lá, combinado? Estamos no Facebook, no Instagram, no YouTube e no LinkedIn!

Quer conhecer a história da Lojas Edmil? Nós contamos!

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ofertas pra você